Tratamento de Enxaqueca Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Esta página disponibiliza informações sobre a enxaqueca em crianças, formas de diagnóstico, tratamentos para enxaqueca e profissionais especializados no assunto na cidade de Porto Alegre. Encontre abaixo empresas e profissionais da região de Porto Alegre que oferecem diversos produtos e serviços relacionados e ainda esclareça suas dúvidas sobre remédios para enxaqueca.

Amauri Dalacorte
(51) 3320-6030
R Grutada 145 - Sl. 304
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Nelson Venturella Aspesi
(51) 3227-3055
Rua dos Andradas 1464 - Cj 152 15° Andar
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Alessandro Finkelsztejn
(51) 3314-8590
Rua Mostardeiro 5 - Independencia
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Cleber Ribeiro Alvares da Silva
(51) 3312-4346
Castro Alves 167 - 303
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Anthero Sarmento Ferreira
(51) 3226-3991
Professor Annes Dias 154 - Sl 1101
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Joao Guilherme Valentim Neto
(51) 3315-1504
Av. Ipiranga 6690 - Cj. 809
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Carlo Domenico Marrone
(51) 3397-1432
Carlos Gomes 1998 - Sala 501
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Alice Julieta Zambam de Mattos
(51) 3226-9131
R Prof Annes Dias 154 - 1103
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Alexandre Dolganov
(51) 3226-8582
Pc Dom Feliciano 39 - Sl. 501
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Paulo Eduardo Peixoto de Freitas
(51) 3227-6208
Av. Independencia 172 - Centro
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Enxaqueca se trata assim?



Outro dia comentei que a Teté que tem apenas 10 anos já sofre de enxaqueca . Procuramos um neurologista, onde a médica pediu eletroencefalograma e tb um diário da cefaléia.
Esse diário era um cartão pra que anotássemos todos os dias que ela tivesse dor de cabeça, as causas, que lado era a dor, se era pulsante, etc, etc. Fizemos o diário por 2 meses e voltamos essa semana pra pegar o resultado do encefalograma e mostrar o diário pra médica.

Durante o mês de Julho ela tinha dores de cabeça praticamente todo dia, às vezes até duas vezes por dia, ou seja, teve que medicar todos os dias. Então quando a médica viu o diário disse que teria que fazer um tratamento, mas que o encefalograma estava tudo certinho. Só que ela foi falando que a gente ia estranhar como era o tratamento, porque consiste em tomar remédios anti-depressivos, pra ataque epiléticos, etc, que hoje é a medicação que está sendo usada pra tratar cefaléia crônica. Ficamos super confusos, porque como é que vou dar um remédio tão forte, que só vende com receita controlada pra uma criança de 10 anos?? E se viciar? E se ela ficar meio "mole" pq é isso que geralmente os antidepressivos fazem?

Não, não. Não comprei os remédios mesmo pq não sou nenhuma louca de ir dando qualquer remédio fortíssimo pra minha filha.E tem outra, ela deveria ter pedido uma tomografia ou ressonânica, concorda? Vamos procurar outra opinião médica primeiro, e ver o que o outro médico fala.

Agora a pergunta: alguém já...

Clique aqui para ler este artigo em Dri Viaro

Mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora.... por Dri Viaro © 2008. Template by Dicas Blogger.